PLP 075 - Advanced - Dialogue in Portuguese at the doctor's office

European Portuguese dialogue at the doctor's office for advanced learners: A dor de cotovelo

Olá!

This is episode 75 and I have a dialogue for advanced learners for you today.

Patrícia is going to the doctor, and you are going to listen to the dialogue while she schedules the appointment, pays and talks with the doctor on the day of her appointment.

If you like the episodes and they are useful to you, leave a review on iTunes!!

Listen to the episode

 

Dialogue

— Bom dia, em que a posso ajudar?

— Bom dia, queria marcar uma consulta.

— Com o seu médico de família?

— Bom, eu não tenho médico de família.

— Então quer marcar com um médico qualquer, é isso?

— Sim, de clínica geral.

— Tem o seu número de utente consigo?

— Sim, está aqui o meu cartão.

— Então, tenho aqui uma hora disponível para o dia 25 às nove da manhã.

— Dia 25 é daqui a um mês.

— É.

— Uh... não tem nada mais cedo?

— Se tivesse já lhe tinha dito.

— Pois. Pode ser então. Que remédio!

— Fica então marcada para o dia 25 às nove.

— Qual é o nome do médico?

— Dr. João Matos.

— E diga-me uma coisa. Ele costuma chegar a horas?

— Evidente!

— Ótimo.

 
 
Portuguese Lab Podcast - European Portuguese - 75 - Dialogue at the doctors office.jpg
 
 

— Bom dia, tenho consulta marcada para o Dr. Jorge Matos às 9.

— Qual é o nome?

— Patrícia Figueiredo.

— São quatro euros e cinquenta.

— Quatro euros e cinquenta? Para quê?

— Ora, minha senhora, é a taxa moderadora.

— A última vez que fui ao médico não se pagava nada.

— Pois, mas já deve ter sido há muito tempo. Agora paga-se. A não ser que a senhora esteja isenta… Está grávida?

— Não, porquê? Parece?

— Está desempregada ou ganha o ordenado mínimo?

— Não, também não. Mas olhe que não é muito mais.

— Claramente não tem menos de 18 anos.

— Ai, sim?

— Portanto não me parece que esteja isenta. Vai pagar com dinheiro ou multibanco?

— Com dinheiro.

— Muito bem, pode aguardar um pouco na sala de espera.

- Qual é o nome do médico?
- Dr. João Matos.
- E diga-me uma coisa. Ele costuma chegar a horas?
- Evidente!
- Bom, espero que sim…

— Olhe, desculpe. Já são dez horas e ainda não me chamaram.

— Qual é o nome?

— Patrícia Figueiredo...

— Deixe-me ver. O Dr. ainda não chegou.

— Ainda não? Mas a minha consulta era às nove e disseram-me que ele chega sempre a horas.

— E chega. Chega sempre antes do meio-dia! Olhe, lá vem ele!

— Sra. D. Patrícia Figueiredo!

— Sim, aqui!

— Bom dia, faça o favor de entrar.

— Bom dia.

— Pode sentar-se. Então, conte lá.

— Bem, eu ando com uma dor no cotovelo esquerdo. Aqui.

— Andou a carregar pesos?

— Não.

— Então tire a camisola para vermos isso.

— Está a ver? Aqui.

— Não tem nada inchado. Há quanto tempo é que lhe dói?

— Desde a semana passada.

— Dói-lhe sempre?

— Não, só quando carrego.

— Só quando carrega? Então, não carregue!

— Dói-lhe sempre?

— Não, só quando carrego.

— Só quando carrega? Então, não carregue!

— Então, mas...

— Estava a brincar, estava a brincar... Deixe lá ver.

— Au!

— Isto pode ser da inveja, sabe. Dá dor de cotovelo.

— O Sr. Dr. tem muita piada...

— Bem, vou passar-lhe uma credencial para tirar uma radiografia, pode ser?

— Sim, agradecia.

— Aqui tem. Quando tiver a radiografia pode marcar outra consulta comigo.

— Certo, mas marco para as nove e apareço ao meio-dia, pode ser?

— O que é que quer dizer com isso? (ameaçador)

— Então, Sr. Dr., onde é que está o seu humor?

 

You might also like

 

Be an insider!